Portal do Governo Brasileiro

Letra S

SACKS, Sheldon (org.) Da Metáfora. São Paulo: EDUC: Pontes, 1992.

SALVADOR, Ana Gonzáles (curadora). Couloirs du Fantastique. Bologna: CLUEB, 1999.

SAMPAIO, Emilio Davi. Relatos e contos de dourados. Dourados: Teixeira, 2004.

SANTAELLA, Lúcia. A percepção: um ateoria semiótica. São Paulo: Experimento, 1993.

______. A assinatura das coisas: Pierce e a literatura. Rio de Janeiro: Imago, 1992.

______. A teoria geral dos signos: semiose e autogeração. São Paulo: Ática, 1995.

SANT’ANNA, Afonso Romano de. Paródia, Paráfrase & Cia. São Paulo: Ática, 1985.

______; et al. Autores para Vestibular. Petrópolis: Vozes, 1973.

SANT’ANNA, Vera; DEUSDARÁ, Bruno. Trajetórias em enunciação e discurso: conceitos e práticas. São Carlos: Claraluz, 2007.

SANTIAGO, Silviano. Crescendo durante a guerra numa província ultramarina. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1978.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. São Paulo: Cortez, 2006.

SANTOS, Fausto dos. Filosofia Aristotélica da Linguagem. Chapecó: Argos, 2002.

SANTOS, Francisco Venceslau dos. Autoritarismo e solidão: o roteiro da conciliação, esboço crítico para uma teoria do mandonismo na literatura brasileira. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1990.

SANTOS, José Antônio dos. Currículo básico para as escolas públicas das nações nativas. Curitiba: Champagnat, 1998. (2 exemplares)

SANTOS, Pedro Brum et al. Tudo Haver. Crônicas. Santa Maria: IGK Letras, 2005.

______. Teorias do Romance: relações entre ficção e história. Santa Maria: UFSM, 1996. (3 exemplares)

SANTOS, Zósymo L. Três jubileus católicos em Santa Maria. Santa Maria: Instituto de preservação da memória cultural de Santa Maria e região, 1985.

SANTOS, Dóris; et al. (orgs.) Te conto um conto:um enlace entre psicanálise e literatura infantil. 2 ed. Passo Fundo: UPF, 2009.

SANTIN, Silvino. A Imigração Esquecida. Caxias do Sul: UCS, 1986.

SÃO JOÃO da CRUZ. Poesias Completas. Lisboa: Assírio e Alvim, 1990.

SAPORITI, Elisbeth. A interpretação. São Paulo: Editora Escuta, 1995.

SARAIVA, António José. Iniciação à Literatura Portuguesa. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

______; LOPES, Oscar. História da Literatura Portuguesa. 12ª e 17ª ed. Lisboa: Porto, s/d.

SARDINHA, Tony Berber. Lingüística de Corpus. São Paulo: Manole, 2004.

SARDUY, Severo. Pássaros da Praia. São Paulo: Siciliano, 1995.

SARGENTIM, Hermínio G. Atividades de Comunicação em Língua Portuguesa. 8ª série. São Paulo, IBEP, s/d.

______. Língua Portuguesa no Ensino Médio. Manual do Professor. São Paulo: IBEP, s/d.

SARGENTINI, Vanice; NAVARRO-BARBOSA, Pedro. Foucault e os domínios da linguagem: discurso, poder, subjetividade. São Carlos: Claraluz, 2004.

SARGENTINI, V. A descontinuidade da história: emergência dos sujeitos no arquivo. In: SARGENTINI, V.; NAVARRO-BARBOSA, Pedro. Foucault e os domínios da linguagem: discurso, poder,subjetividade. São Carlos: Claraluz, 2004, p. 77-96

______; GREGOLIN, Maria do Rosário. (orgs.) Análise do Discurso: heranças, métodos e objetos. São Carlos: Claraluz, 2008.

SARTRE, Jean-Paul. Escritos sobre Literatura /1. Madri: Alianza, 1985.

SARTRE, J. P. As condutas de má-fé. O ser e o nada. Petrópolis: vozes, 1997. p. 101-114.

SARMIENTO, Domingo Faustino. Facundo. Porto Alegre: UFRGS: EDIPUC.

SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Lingüística Geral. São Paulo: Cultrix, 2001 (2 exemplares).

__________. Writings in General Linguistics. New York: Oxford University Press, 2006.

SCHAFF, Adam. A Sociedade Informática. São Paulo: Brasiliense, 1995.

SCHEINERT, David. Le Flamand aux longues oreilles. Bruxelles, 2010.

SCHERER, Amanda Eloina (org.) Discurso: circulação, fragmentação e funcionamento. Santa Maria, RS: PPGL Editores/UFSM/Laboratório Corpus, 2006.

______; et al. (org.). Utopias e Distopias: 30 anos de maio de 68. Santa Maria: ed. UFSM, 1999.

SCHILLING, Getulio. A arte fotográfica e o teatro em Santa Maria. Santa Maria: Palloti, 2005.

SCHILLING, Voltaire. Estados Unidos x América Latina: as etapas de dominação. 2ª edição. Porto Alegre, Mercado aberto, 1984.

SCHLIEBEN-LANGE, Brigitte. História do Falar e História da Lingüística. Campinas: UNICAMP, 1993.

SCHMIDT, Benito (org.) O Biográfico: perspectivas interdisciplinares. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2000.

SCHMITZ, André. Raclements d’Ailes.

SCHNEIDER, Jacques. Le Dieu Aveugle. Belgique: Labor, 1999.

SCHONS, Carme Regina. CAZARIN, Ercília Ana. (Orgs.). Língua, escola e mídia: en(trel)laçando teorias, conceitos e metodologias. Passo Fundo: Editora da universidade de Passo Fundo, 2011.

SCHÜLLER, Donaldo. Origens do Discurso Democrático. Porto Alegre: L&PM, 2002.

______. Martin fera: história de cordel. Ed. Movimento, s.d.

______. A mulher afortunada. Ed. Movimento, s.d.

SCHUTEL, Duarte Paranhos. A República do Meu Canto. Florianópolis: Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, 2002.

SCLIAR, Moacyr. Pai e Filho, Filho e Pai e outros contos. Porto Alegre: L&PM, 2002.

SCLIAR, Moacyr. Doutor miragem: romance. Prêmio Guimarães Rosa, 1977. Porto Alegre: L&PM, 1978.

SCLIAR-CABRAL, Leonor. Introdução à Psicolingüística. São Paulo: Ática, 2001 (2 exemplares)

SEARLE, John R. Speech acts: an essay in the philosophy of language. New York: Cambridge University Press, 1980.

SEBRIAN, Raphael N.N.; DOCE, Claudia C.R.; KNUPPEL, Maria A.C.; LIMA, Christine V. (orgs.) Humanidades: diálogos e saberes. Campinas: Pontes, 2010.

SECHEHAYE, A. Structure logique de la phrase. Paris : Éditeur Édouard Champion, 1926, 223p.

SEGATTO, José Antonio & BALDAN, Une. Sociedade e Literatura no Brasil. São Paulo: UNESP, 1999.

SEIBEL, Albino. Latim. Santa Maria, 1969.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. Palavra e imagem: memória e escritura. Chapecó: Argos, 2006.

SEMPRINI, Andréa. Multiculturalismo. Bauru: EDUSC, 1999.

SÉRGIO, Antônio. Obras completas: ensaios. Tomo IV. Lisboa: Livraria Sá da Costa, 1972.

SERRANI, Silvana M. A Linguagem na Pesquisa Sociocultural: um estudo da repetição na discursividade. Campinas: UNICAMP, 1997.

SETOR de FILOSOFIA da FCRB (org.). A Crônica: o gênero, sua fixação e suas transformações no Brasil. Campinas: UNICAMP: Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 1992.

SHAKESPEARE, William. Sonho de uma Noite de Verão. Porto Alegre: L&PM, 2002.

______. Otelo. Porto Alegre: L&PM, 2002.

SILVA, Ademar da. A Expressão da Futuridade no Português Falado. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2002.

SILVA, A. J.; ROSA, J. R. da S.; LEITE, R. A. S. Português Interpretação. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1977.

SILVA, Agostinho da. Ir à Índia sem Abandonar Portugal: considerações, outros textos. Lisboa: Assírio e Alvim, 1994.

SILVA, Anazildo Vasconcelos da; et al. (orgs.) Desconstrução/Construção no texto lírico. Rio de Janeiro: F. Alves, 1975.

SILVA, Deonísio. A Ferramenta do Escritor. Ijuí: Artenova, 1978.

SILVA, Juremir Machado da. Muito Além da Liberdade. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1991.

______. Vozes da Legalidade: política e imaginário na era do rádio. 5ª Ed. Porto Alegre: Sulina, 2011.

SILVA, Fábio Lopes da; Moura, Heronides Maurílio de Melo (orgs.) O direito à fala: a questão do preconceito lingüístico. Florianópolis: Insular, 2002.

SILVA, Dr. Marco Aurélio Dias da. Quem ama não adoece: o papel das emoções na prevenção e cura das doenças. 3ª ed. São Paulo: Best Seller, 1994.

SILVA, Maria Cecília P. de Souza. Linguística aplicada ao português: morfologia. 5ª Ed. São Paulo: Cortez, 1989.

SILVA, Maximiano de Carvalho. Souza da Silveira. O homem e a obra: sua contribuição à crítica textual no Brasil. Rio de Janeiro: Presença, 1984.

SILVA, Soeli Maria Schreiber de (org.) Sentidos do Povo. São Carlos: Claraluz, 2006.

SILVA, Tomaz Tadeu da (org.) O sujeito da educação: estudos foucaultianos. 2ª ed. Petrópolis: Vozes, 1995.

SILVEIRA, Jorge Fernandes da. Escrever a Casa Portuguesa. Belo Horizonte: UFMG, 1999.

SILVEIRA, Regina Célia P. Estudos de Fonologia portuguesa. São Paulo: Cortez, 2006.

SIMÕES, Darcilia. Estilística Textual: um caminho. Rio de Janeiro: UERJ, 1988.

SIMONI, Miguel de. Trabalhar é preciso. Santa Maria: sCHDs, 2004.

SIQUEIRA, João Hilton Sayeg de. A dissertação (enfoque textual, intertextual e argumentativo). São Paulo, SP: EDUC; IP, 1986.

SISTO, Celso. Textos e Pretextos sobre a Arte de Contar Histórias. Chapecó: Argos, 2001.

SKINNER, B. F. Ciência e Comportamento Humano. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

SOARES, André Luis. 50 anos de História: imigração japonesa em Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil (1958 – 2008). Itajaí: Ed. Maria do Cais, 2008. (2 exemplares)

______; FLÔRES, João Rodolpho Amaral. (orgs.) O programa inovador de cursos (PIC) e sua implementação na UFSM. Santa Maria: FACOS-UFSM, 2008. (2 exemplares)

SOARES, Jô. O homem que matou Getúlio Vargas: biografia de um anarquista. 2ª ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

SOBRINHO, Helson Flávio da Silva. Discurso, velhice e classes sociais. Maceió: EDUFAL, 2007.

SOJCHER, Jacques et al. Histoire et Fiction. Ed. Lansman.

SOUSA, Cidoval M. et al. (orgs.) A Comunicação Pública da Ciência. Taubaté: Cabral e Livraria Universitária, 2003.

SOUSA, Jorge Pedro. Uma História Crítica do Fotojornalismo Ocidental. Chapecó: Grifos; Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2000.

SOUZA, F.; MARCONDES, D. de, Filosofia, linguagem e comunicação. São Paulo: Cortez; (Brasília): Conselho Nacional de Desenvolvimento científico e Tecnológico, 1983.

SOUZA, Pedro de. Confidências da Carne: o público e o privado na enunciação da sexualidade. Campinas: UNICAMP, 1997.

SOUZA, Roberto Acízelo de. O Império da Eloqüência. Rio de Janeiro: UERJ: UFF, 1999.

______. Teoria da literatura. São Paulo: Ática. 2007.

SOUZA, Solange Jobim de. Infância e Linguagem: Bakthin, Vigotsky e Benjamim. Campinas, SP: Papirus, 1994.

SPESSATTO, Mary Bortolanza. Linguagem e Colonização. Chapecó: Argos, 2003.

SPINA, Segismundo. A Lírica Trovadoresca. São Paulo: 1996.

SPINELLI, Miguel. Filósofos pré-socráticos: primeiros mestres da filosofia e da ciência grega. 2ª ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003.

SPOLIN, Viola. Improvisação para o teatro. São Paulo: Perspectiva, s/d.

STAM, Robert. Bakthin: da teoria literária à cultura de massa. São Paulo: Ática, 2000.

STANISLAVSKY, Constantin. A preparação do ator. 9ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1989.

STAROBINSKI, Jean. As Palavras sob as Palavras. São Paulo: Perspectiva, 1974.

STEEMAN, Stanislas-André. Légitime Défense Quai des Orfevres. Bruxelles: éditions A. Beirnaerdt, 1942.

STEINBERG, D. Psycholinguistics: language, mind and world. New York: Longman, 1982.

STERNBERG, Jacques. Contes Glacés. Bruxelles: Labor, 1998.

STEFFEN, Elemar Augusto. DAL LAGO, Osvaldo. A gramática Gerativa-transformacional e o ensino de língua portuguesa. Santa Maria: Edições UFSM, 1987.

STURZA, Eliana Rosa. A fronteira e a nação no século XVIII: os sentidos e os domínios. Santa Maria: UFSM: PPGL-editores, 2007. Série Cogitare, Vol. 03.

______.; FERNANDES, Ivani Cristina Silva; IRALA, Valesca brasil. Português e Esopanhol: Esboços, Percepções e Entremeios. Santa Maria, RS: UFSM, PPGL-Editores, 2012.

SUASSUNA, Ariano. O santo e a porca e O casamento suspeitoso. 7ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1986.

SUDBRACK, Edite Maria; CANAN, Silvia Regina. Políticas de formação docente: horizontes investigativos. Frederico Westphalen: Ed. URI, 2007.

SÜSSEKIND, Flora. A Voz e a Série. Rio de Janeiro: 7letras; Belo Horizonte: UFMG, 1998.

SYTIA, Celestina Vitória Moraes. O Direito e suas Instâncias Lingüísticas. Porto Alegre: Sérgio Antonio Fabris, 2002.

______. A Lingüística Textual e a Análise do Discurso. Frederico Westphalen: editora da URI, 1995.